Descrição da Vaga

GVC – Grupo Voluntariado Civil, trabalha em Moçambique desde 2000 e atualmente está realizando projectos nas Províncias de Maputo e Cabo Delgado. As intervenções são focadas nos sectores do fortalecimento da resiliência da população rural em relação às mudanças climáticas e efeitos do El Niño (agricultura regenerativa e de conservação, água, fortalecimento da prevenção e resposta a calamidades) e nos sectores educativos e culturais visados a fortalecer uma sociedade inclusiva e a cidadania participativa. O GVC pretende recrutar 1 Consultor em Agro-trasformação para 4 meses: Ref. RH3-2020/GVC.

Requisitos:

  • Nacionalidade Moçambicana;
  • Nível Universitário em Economia, Agricultura, Administração de Empresas ou uma disciplina relacionada.
  • Mínimo 3 anos de experiência de trabalho em desenvolvimento do setor agrícola, desenvolvimento de negócios rurais, agro-processamento, análise da cadeia de valor ou outras áreas relacionadas;
  • Compreensão das estratégias e políticas nacionais, regionais e internacionais de desenvolvimento agrário;
  • Experiência na elaboração de Planos de negócios, start-ups, planos de GRC ou documentos relevantes;
  • Experiência no desenvolvimento de treinamentos relacionados a Agro-trasformação e como formador;
  • Conhecimento do Moçambiqe e as necessidades, oportunidades e desafios do desenvolvimento rural e possíveis soluções;
  • Conhecimento das respectivas políticas e programas agrícola do governo, de desenvolvimento local e outros, no contexto do desenvolvimento do agro-processamento.
  • Consciência de gênero e diversidade.
  • Conhecimento de GIS e mapeamento;
  • Experiência de trabalho como consultor para ONGs, ONGIs, Nações Unidas;
  • Conhecimento em informática, incluindo MS Word, MS Excel e PowerPoint;
  • Habilidades de coordenação e de relações públicas;
  • Excelentes habilidades na elaboração dos relatórios e documentos técnicos;
  • Habilidades de comunicar e partilhar informações com a equipe do projeto e boas relações com as instituições;
  • Fluente em Português (falado e escrito) e Inglês;

Tarefas:

  • Fornecer uma visão abrangente da atual indústria de agro-processamento na Provincia de Maputo (de processadores de pequena e grande escala);
  • Delinear os desafios e oportunidades para as empresas de processamento agrícola na Provincia de Maputo, considerando especificamente a política e o cenário institucional existentes e potenciais;
  • Analise quaisquer conclusões e proponha recomendações detalhadas para efetuar mudanças sistêmicas positivas para o setor;
  • Apoiar o processo de seleção de empresas;
  • Treinar empresas selecionadas e apoiar instituições em um método para melhorar as empresas, competitividade, reforçando a eficiência em processos operacionais críticos, com foco deliberado em cumprir os requisitos do cliente e do comprador;
  • Elaboração de documentos temáticos e estudos sobre o impacto das intervenções da GVC no desenvolvimento rural.
  • Trabalhar com a equipe do GVC para revisar as intervenções de Agro-trasformação e agro-negocios propostas nos projetos da GVC em Moçambique;
  • Adaptar as intervenções propostas de Agro-trasformação e agro-negocios ao contexto em evolução no Pais e as diferentes regiões.
  • Fornecer recomendações para intervenções de Agro-trasformação e agro-negocios, em particular mecanismos de mitigação de riscos a nível comunitário e sustentabilidade.
  • Em colaboração com o especialista em Agro-trasformação e os técnicos, desenvolver um roteiro claro e forneça os recursos necessários para garantir a implementação eficaz de intervenções da GVC no pais.
  • Treinamento em Agro-trasformação e agro-negocios para funcionários da GVC Moçambique.
  • Produção de mapas temáticos e documentos tecnicos.

A Ong GVC convida por este meio candidatos individuais elegíveis a apresentarem as suas candidaturas através do envio dos seguintes documentos:

  • Carta de motivação;
  • Curriculum Vitae com indicação de pelo menos duas referências contactáveis.
  • Exemplo de documento técnico elaborado sobre GRC.

A GVC está comprometida em alcançar a diversidade da força de trabalho em termos de gênero, nacionalidade e cultura. As mulheres são particularmente encorajadas a aplicar. Indivíduos de grupos minoritários, grupos indígenas e pessoas com deficiência são igualmente encorajados a aplicar.

A GVC não tolera exploração e abuso sexual, qualquer tipo de assédio, incluindo assédio sexual e discriminação.

Como se candidatar?

Submeter à GVC enviando um email para zoe.trevisan@gvc.weworld.it o entregar na sede nacional em Av. Emilia Dausse n. 1042, Maputo, especificando no objecto “RH3-2020/GVC Consultor Agro-trasformação GVC”. Apenas candidatos pré-selecionados serão contactados.

Prazo: até 6 de Janeiro de 2020 – 17h 00.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here