A ADPP em colaboração com a Aliança Global para Nutrição Melhorada (GAIN), Universidade Lúrio (UniLúrio), Associação h2n e Viamo está implementando na província de Nampula, um projecto financiado pela USAID, denominado “TRANSFORM NUTRITION” (TN), e para o efeito pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Oficial Provincial de Nutrição.

Contexto

O TN pretende capacitar as comunidades e o Governo de Moçambique para melhorar o estado nutricional de mulheres grávidas e lactantes, raparigas adolescentes e crianças menores de dois anos de idade em 12 distritos da província de Nampula (Angoche, Lalaua, Larde, Meconta, Mecuburi, Memba, Mongicual, Mogovolas, Mossuril, Murrupula, Nacala Porto e Rapale), compreendendo 80% da população-alvo. Os principais resultados/impactos da TN incluem:

  • Melhorada a capacidade da comunidade e autoconfiança para melhorar a Nutrição e Saneamento e Higiene )
  • Membros da comunidade com escolhas alimentares mais saudáveis para si e seus filhos;
  • Melhoradas as boas praticas alimentares para o bom estado nutricional das comunidades;
  • Melhorado o acesso, cobertura e qualidade das intervenções de nutrição disponibilizados nas comunidades e nas unidades sanitárias.

Através desta abordagem, usando e melhorando o desempenho dos sistemas , trabalhará com as estruturas da comunidade, entre elas, os Agentes Polivalentes Elementares (APEs)s, Promotores de Saúde (PS) e Voluntários, concentrando-se numa estratégia abrangente de mudança de comportamento, que inclui a compreensão dos factores que orientam os comportamentos, bem como o papel dos agentes influenciadores na formação desses comportamentos individuais, e construção de intervenções que abordam directamente esses factores.

projectar, implementar, monitorar e avaliar as em mudança social e comportamento (SBCC), facilitando a integração da visão de género em todo o seu processo, incluindo as acções de mobilização social, a fim de promover mudança de comportamentos nutricionais, de saneamento e higiene.

Objectivo do Posto

Formar e gerir o pessoal e e as intervenções dentro do projecto a nível dos distritos e comunidades. . Monitorar e apoiar no alinhamento das intervenções e seu desempenho, tendo como foco o pessoal da alinha da frente – Mentores, APEs, Promotores de Saúde, Voluntários e Facilitadores dos clubes das raparigas, garantindo a coordenação, seguimento adequado das suas acções,para a redução dos níveis de desnutrição ao nível das comunidades abrangidas pelo projecto.

Coordenação e Implementação de Projectos de Actividades Comunitárias

  • Planificar e coordenar as acções com os pontos focais de APEs e de nutrição a nível Provincial e Distrital;
  • Planificar e coordenar com coordenadores distritais, Líderes de Área;
  • Planificar e coordenar com todos outros sectores do projecto;
  • Colaborar com os diferentes parceiros do consorcio , H2N, Gain, Viamo e Unilúrio;
  • Colaborar e coordenar acções com outras organizações que trabalham na mesma área ao nível dos distritos abrangidos pelo projecto;
  • Planificar e coordenar com a DPS, sector de nutrição e APEs, e os Serviços Distritais de Saúde Mulher e Acção Social com enfoque nos sectores de nutrição e APEs.

Responsabilidades

  • Garantir a realização das actividades do projecto de acordo com o planificado, em resposta aos objectivos e resultados, e seguindo as normas e procedimentos do MISAU;
  • Garantir a preparação dos planos de trabalho operacionais ao nivel dos distritos e apoio no seu seguimento/cumprimento;
  • Garantir que os planos dos grupos de nutrição e dos clubes de raparigas são seguidos com devida qualidade e prazos;
  • Identificar as áreas que necessitam de melhoria ao nivel dos técnicos distritais e comunitarios e facilitar devido treinamento e mentoria;
  • Assegurar a coordenar as acções de mobilização comunitária, incluindo as brigadas móveis, para a promoção da nutrição para mulheres grávidas, lactantes; crianças menores de 2 anos e raparigas adolescentes;
  • Assegurar a produção e distribuição/partilha de histórias de sucesso das acções dos APES/PS, grupos de nutrição e clubes de raparigas;
  • Realizar visitas de supervisão sobre a qualidade das acções de nutrição nos grupos comunitários (ex. APEs, Promotores de Saúde, Voluntários e clubes de raparigas) para avaliar e garantir o progresso em relação às metas;
  • Assegurar a coordenação das acções com outras organizações que operam nos distritos, garantindo a complementaridade e esforços e recursos comunitários para maior alcance dos resultados do projecto;
  • Participar na monitoria e avaliação dos indicadores de progressão trimestrais para melhor direccionamento e seguimento dos planos da área de nutrição;
  • Representar o projecto e participar activamente nos encontros e grupos técnicos provinciais de nutrição;
  • Preparar documentação do projecto incluindo as actualizações semanais sobre o progresso das acções da área de trabalho, planos e relatórios semanais, mensais e trimestrais (estado de implementação das actividades e planos seguintes), e enviá-los ao seu gestor de linha, Directora Técnica do Projecto, e outros membros relevantes da equipa para revisão/acção adicional dentro dos prazos estabelecidos;
  • Participar nas reuniões de planificação semanal, mensais, trimestrais do projecto e outros, sempre que for solicitado;
  • Realizar outras atividades quando solicitadas pelo seu gestor de linha.

Requisitos

  •  Licenciatura em Nutrição ou Saúde Pública ou outra área equiparada com experiência comprovada em nutrição;
  • Três a quatro (3-4) anos de experiência na implementação de projectos e programas de nutrição, protecção social, nutrição escolar e ou áreas relacionadas;
  • Conhecimentos profundos sobre os procedimentos do governo na área de nutrição (DLI4-Pacote PIN e forma de seguimento de seus indicadores)
  • Conhecimentos profundos sobre trabalho de saúde comunitária (APEs, unidades sanitárias, Comités de Saúde e Comités de Co-Gestão; referencia e contra-referencia de pacientes e sua gestão);
  • Experiência em treinamentos sobre nutrição e uso de metodologias participativas;
  • Experiência de monitoria e avaliação de projectos/acções comunitárias;
  • Boa oralidade e comunicação em acções de saúde, direito das mulheres, raparigas e crianças;
  • Experiência de trabalho com organizações não governamentais;
  • Fortes habilidades interpessoais; capacidade de liderar e trabalhar em equipa num ambiente dinâmico; confortável e eficaz, capacidade de dar / receber, feedback construtivos;
  • Habilidade de trabalhar sob pressão e em ambientes com muitas carências;
  • Habilidade de tomada de decisões e resolução de conflitos;
  • Experiência na recolha e compilação de relatórios mensais;
  • Falar e escrever bem português;
  • Ter boas relações e contactos com as estruturas de saúde a nível comunitário, distrital e provincial serão uma vantagem;
  • Falar a língua local e ingles serão uma vantagem;
  • Ter nacionalidade moçambicana e ser mulher serão uma vantagem.

Exigências

  • Curriculum Vitae;
  • Carta de Candidatura.

Nota: Indique no Assunto a VAGA para a qual se candidata. Esta posição é para Nampula, sem a possibilidade de realocação de outras províncias. Serão apenas contactados os potenciais candidatos para as entrevistas.

Processo de Candidatura

Email: adpp.recrutamento@adpp-mozambique.org

Validade: 24/02/2020

Local: Nampula, com deslocações aos 12 distritos abrangidos pelo projecto

Duração: 4 Anos (Setembro de 2019 a Setembro de 2024)

Níveis: Licenciatura

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here