Khandlelo-Associação para o Desenvolvimento Juvenil

A Khandlelo pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Técnico Económico- Formador em Gestão e/ou Empreendedorismo.

Descrição

O Conselheiro do Departamento de Direitos Sociais do Governo de Navarra aprovou o pedido de subsídios para a realização de intervenções sociais e económicas nos países em desenvolvimento à CESAL, com o projecto Expansão do sistema integrado de Balcões de orientação e inserção profissional de atendimento a jovens vulneráveis do distrito de Nhlamankulu, Maputo. Este projecto tem como objectivo geral “Contribuir para a a redução da incidência da pobreza na cidade de Maputo, desenvolvendo o capital humano e social dos e das jovens.” A proposta apresentada capitaliza o sucesso do modelo de balcões de orientação e inserção profissional de atendimento a jovens vulneráveis no distrito de Nhlamankulu, Maputo. Pretende-se instalar e equipar um novo Balcão na Escola Secundária da Munhuana, que seja integrado com os 2 já existentes (Esc. Sec. de Lhanguene e Centro Sócio-Educativo Maria Gracia
Rizzo) e também com as autoridades e empresas locais. Espera-se que sejam criadas oportunidades de trabalho e fontes de rendimentos para os jovens e suas famílias, contribuindo para o desenvolvimento humano e desenvolvimento local. A intervenção contempla o reforço das escolas secundárias: 1. capacitando os professores para que identifiquem habilidades e orientem os seus alunos, enquanto são capacitados nas áreas de empregabilidade e empreendedorismo; 2. dando formação em valores pessoais, sociais, habilidades técnico-profissionais e empreendedorismo aos jovens estudantes do último ciclo básico (11º e 12º ano) e/ou do bairro.

Objectivos Gerais

  • Técnico económico, especialista em empreendedorismo e gestão empresarial;
  • Técnico e formador: responsável pela inserção profissional e fomento ao empreendimento juvenil, apoiará os jovens que queiram começar os seus próprios negócios ou todos os que necessitam de apoio para fortalecer, formalizar ou aumentar o seu negócio, tendo o IPEME como parceiro;
  • Entre os serviços prestados estão: apoio no desenvolvimento de planos de negócios, tutoria no desenvolvimento de pequenas empresas, suporte técnico na finalização e avaliação económica de projectos;
  • Apoio na preparação de candidaturas para fundos de financiamento externo (microcrédito ou fundos perdidos, financiamento público para apoio ao desenvolvimento local;
    e outros);
  • Apoio à constituição da empresa e a legalização dos negócios;
  • Ele será responsável pelos contactos com as empresas para inserir profissionalmente os jovens que terminam os cursos de formação profissional, bem como pela organização de eventos e visitas de networking e empregabilidade.

E ainda:

  • Preparar e ministrar as formações de empreendedorismo, de gestão de pequenos negócios e de gestão de organizações sociais de pequena dimensão;
  • Prestar apoio aos jovens no centro de orientação, durante o desenvolvimento e implementação dos seus projectos, através do acompanhamento e consultoria, a definir de acordo com as necessidades de cada projecto e jovem, quer de forma presencial, quer à distância;
  • Auxiliar nas actividades previstas no projecto em sintonia com a restante equipa.

Responsabilidades

a) Concepção de Programas de Formação e de Intervenção

  • Apoiar na concepção e implementação de modelos de levantamento de necessidades e caracterização dos jovens e famílias garantindo informação de qualidade;
  • Sob orientação do coordenador de projecto, e articulação com equipa e parceiros, elaborar os referenciais de formação e conteúdos dos vários módulos das formações que é responsável, articulando, com a equipa do projecto;
  • Responsável por preparar e ministrar formação empreendorismo aos jovens, articulando, quando necessário e como previsto, com especialistas externos alguns módulos específicos e com a equipa do projecto;
  • Responsável por preparar e ministrar formação em gestão de pequenos negócios aos jovens, articulando, quando necessário e como previsto, com especialistas externos;
  • Responsável por preparar e ministrar formação em gestão de organizações sociais de pequena dimensão, aos jovens, articulando, quando necessário e como previsto, com especialistas externos alguns módulos;
  • Apoiar os potenciais empreendedores a definir com maior clareza a natureza do projecto que pretendem empreender;
  • Apoiar a formação em desenvolvimento humano integral, em estreita colaboração com o técnico de recursos humanos e técnico social;
  • Apoiar o técnico social no acompanhamento aos agregados familiares dos jovens;
  • Responsável pela orientação profissional aos jovens, contactos com as empresas e dar seguimento aos jovens.

b) Dinamização do Centro de Empreendedorismo

  • Responsável pela mobilização e envolvimento dos jovens da Escola Secundária de Lhanguene, através de acções de divulgação do projecto, quer através de folhetos informativos, quer através de sessões realizadas nas associações e ruas do bairro, com chefes de quarteirão, direcção da escola, professores, pais e encarregados de educação e organizações da sociedade civil;
  • Criar os instrumentos de trabalho de apoio ao desenvolvimento das actividades previstas, submetendo-os à validação do secretário executivo;
  • Assistir os jovens empreendedores nos processos de formalização dos seus negócios;
  • Assistir os jovens empreendedores no acesso a fundos públicos e privados de apoio ao empreendedorismo;
  • Acompanhar e prestar consultoria aos jovens empreendedores na elaboração e implementação de planos de negócio, em articulação com equipa de projecto e tutores dos empreendedores, de forma a consolidar as condições financeiras, logísticas e técnicas para que os empreendimentos gerados no centro de orientação sejam de facto viáveis;
  • Proceder à identificação de boas práticas durante todo o processo;
  • Elaborar, em estreita colaboração com a equipa do projecto, todos os instrumentos de trabalho avaliados como necessários para melhorar o desempenho das suas funções e do projecto.

c) Comunicação e Imagem

  • Tirar, catalogar e arquivar fotografias sobre a intervenção de acordo com as regras estabelecidas;
  • Apoiar a realização de acções de divulgação do projecto, quer através de folhetos informativos, quer através de sessões realizadas nas associações e ruas do bairro;
  • Respeitar os acordos de divulgação do apoio de financiadores e parceiros associados à intervenção.

d) Monitorização e avaliação da intervenção

  • Avaliar a progressão na aprendizagem realizada pelos jovens e equipa de projecto, dando contributos/sugestões de melhoria;
  • Monitorizar e sugerir modificações à intervenção, baseado nos indicadores e em observações e trocas de impressões com público-alvo e parceiros;
  • Em conjunto com o coordenador do Projecto reportar a execução das actividades, pelo menos uma vez por mês, através da elaboração de um relatório mensal de acompanhamento das actividades do projecto.

Requisitos

Aptidões

  • Vocação e motivação para a geração de oportunidades de emancipação dos jovens e desenvolvimento de zonas de baixa renda;
  • Consciência intercultural;
  • Criatividade e habilidade para trabalhar com recursos limitados;
  • Trabalhar em equipa e comunicar eficazmente;
  • Capacidade de trabalhar sob pressão, autonomamente e com supervisão reduzida;
  • Espírito empreendedor.

Conhecimento

  • Empreendedorismo e negócios sociais;
  • Diferentes aspectos relacionados com gestão e administração de pequenos empreendimentos e negócios sociais em Moçambique;
  • Gestão da formação.

Experiência

  • Experiência de trabalho no sector do empreendedorismo;
  • Experiência em gestão da formação (preferencial);
  • Experiência em processos de trabalho e acompanhamento de jovens.

Compromisso

  • Compromisso com a luta contra a pobreza;
  • Compromisso com a capacitação das instituições locais, baseada no respeito mútuo e no princípio de parceria;
  • Compromisso com a filosofia de trabalho dos parceiros envolvidos, nomeadamente a Doutrina Social da Igreja e o respeito pelo direito e valores internacionais que estão subjacentes à Declaração Universal dos Direitos do Homem e outros congéneres.

Exigências

  • Curriculum Vitae;
  • Carta de Motivação.

Nota: Estes termos de referência (TdR) têm valor indicativo. Os TdR procuram apenas delinear as condições e responsabilidades chave da função, que, como o projecto, estão sujeitas a evolução. A avaliação periódica por parte dos parceiros passará em revista os TdR e poderá igualmente resultar na sua modificação.

Processo de Candidatura

Endereço: Rua de Xipamanine, nº 271, CP 33 – Maputo.

Email: khandlelo@clubnet.co.mz

Validade: 05/02/2020

Local: Xipamanine – Maputo

Duração: 10 meses de Fevereiro 2020 a Novembro de 2020

Níveis: Nível Médio, Nível Superior

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here