Descrição da Vaga

Introdução:

Em Moçambique, cerca de um terço da população está cronicamente em insegurança alimentar, a maioria das pessoas depende da agricultura de subsistência e o país é altamente vulnerável a desastres naturais. Em Nampula – a maior e mais densamente povoada província de Moçambique – 55% das crianças menores de cinco anos (CU5) sofrem de desnutrição crónica, 6,5% sofrem de desnutrição aguda, e 51% das adolescentes (AG) são anémicas (DHS, 2011). Os factores que contribuem para a desnutrição são complexos, incluindo: ingestão inadequada de alimentos associada as dietas pobres em nutrientes; acesso desigual a alimentos nutritivos entre homens e mulheres; mitos generalizados; alimentação subaproveitada de lactentes e crianças pequenas; e falta de acesso a água potável e a instalações sanitárias seguras.

No âmbito do programa “Global Financing Facility, vulgo GFF” financiado pelo banco Mundial na área de saúde, dos 11 indicadores críticos (DLIs) para a melhoria da área de saúde o DLI4 refere-se a “percentagem de crianças dos 0-24 meses de idade recebendo Pacote de Intervenções de Nutrição (PIN) ”nas províncias com alta prevalência de desnutrição crónica, como é o caso da província de Nampula. Para o apoio a esta situação, o sistema de saúde conta com apoio dos Agentes Polivalentes Elementares (APEs), conhecidos como agentes com contribuição significativa na qualidade de saúde das comunidades, servindo como elo de ligação entre a unidade Sanitária e a comunidade, realizando actividades de promoção, prevenção e/ou curativas com enfase em crianças com malária, pneumonia e diarreia sem complicações.

Como se pode depreender, há uma grande necessidade de redobrarem-se esforços para a expansão e extensão dos serviços baseados na comunidade, o que é suportado pelo DLI 10 “número de APEs que são treinados e activos”, no âmbito da melhoria dos cuidados de saúde primários, com foco nos serviços de Saúde Reprodutiva, Materna, Neonatal, da Criança e Adolescente e de Nutrição (SRMNIA-N). Neste pacote, espera-se ainda incorporar-se o programa de UpSCALE, que é uma aplicação via “Tablets” que vai facilitar a colecta de dados, formação remota (“e-learning”) dos APEs, melhor seguimento dos usuários dos serviços de APEs, controlo de estoques do “kit” de medicamentos dos APEs e outros serviços possíveis de acoplar em tempo real.

Assim, a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) sensibilizada com o quadro nutricional na província de Nampula, está a financiar um projecto de 5 anos (2019-24) – “Transform Nutrition” (TN) na Província de Nampula, Moçambique. Este projecto está a ser implementado por um consórcio liderado pela associação local moçambicana Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP), em cooperação com a Associação h2n (h2n), Universidade Lúrio (UniLúrio), Viamo, e a Aliança Global para uma Nutrição Melhorada (GAIN), com actividades centradas em 12 distritos alvo e de alta prioridade (Angoche, Lalaua, Larde, Meconta, Mecuburi, Memba, Mongicual, Mogovolas, Mossuril, Murrupula, Nacala Porto e Rapale).

Neste âmbito, o projecto “Transform Nutrition, TN”, pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um Assessor de Monitoria & Avaliação para trabalhar directamente com o Ministério da Saúde, Departamento de Nutrição.

Objectivo e Grupo Alvo do Projecto:

Nos 12 distritos alvo, TN visa melhorar o estado nutricional de 118.000 Mulheres Grávidas e Lactantes (PLW), 260.000 Raparigas Adolescentes (AG), e 165.000 Crianças com idade inferior a 2 anos (CA2) de idade. A meta após 5 anos é ver uma redução de 3% na desnutrição crónica em CA2, redução da desnutrição aguda em CA2 para menos de 3%, aumento do peso saudável entre as CA2 em 10%, e pelo menos 80% de todas as comunidades nos distritos Livres do Fecalismo a Céu Aberto.

Actividades do Projecto:

O TN implementa um conjunto de actividades concebidas para abordar as complexas interacções entre alimentação, saúde, saneamento e higiene (S&H) e educação e o seu impacto combinado na nutrição e saúde das pessoas. O TN combina esta abordagem multidimensional com uma estratégia de mudança de comportamento concebida para melhorar e sustentar mudanças nos comportamentos individuais entre as PLW, AG e CU2 ao mesmo tempo que assegura apoio para tais mudanças por parte dos principais influenciadores e guardiões (por exemplo, maridos, pais, líderes religiosos, e Matronas). Para realizar tudo isso, a TN oferece uma ampla gama de actividades conforme descrito abaixo:

  • Grupos de Nutrição: O TN apoia uma rede de mais de 600 APEs, quase 200 Promotores de Saúde, mais de 7.000 Voluntários que dirigem Grupos de Nutrição com PLW e pessoas influentes nas comunidades dos 12 distritos. Através dos Grupos de Nutrição, as mulheres são expostas a um conjunto de actividades – incluindo sessões de nutrição, demonstrações culinárias, apoio para iniciar as suas próprias hortas familiares, fortalecimento económico através de grupos de poupança e empréstimo, e mais – para aumentar a sua compreensão da saúde e nutrição, melhorar os seus comportamentos relacionados com a nutrição, e aumentar o seu acesso a alimentos saudáveis.
  • Intervenções nas Raparigas Adolescentes: O TN equipa as AG com conhecimentos e competências sobre a sua nutrição para compreenderem e melhorarem o seu crescimento e desenvolvimento e igualmente, melhorarem os comportamentos de Saneamento e Higiene e Saúde Sexual e Reprodutiva (SRH) para apoiar a sua saúde e a saúde dos seus possíveis futuros filhos. O TN apoia mais de 6.000 Clubes da Rapariga e cursos de Heroínas que incorporam jogos educativos e actividades destinadas a apoiar as raparigas a adoptar comportamentos saudáveis e a atrasar as gravidezes precoces.
  • Campanhas de Nutrição Comunitária: O TN treina e apoia 48 Jornalistas Comunitários divulgando mensagens chave sobre saúde, nutrição e tópicos relacionados através de um fluxo constante de “spots” de rádio, materiais em vídeo (partilhados através de telemóveis), e eventos comunitários. O desenho e entrega de mensagens deriva de ferramentas de mudança de comportamento de vanguarda concebidas para impulsionar melhorias em comportamentos-chave e ajudar a construir normas sociais positivas em torno da nutrição e da saúde. As mensagens divulgadas através das campanhas comunitárias são coordenadas e reforçadas com mensagens entregues em Grupos de Nutrição, Clubes de Meninas, e outras actividades de TN.
  • Reforço da Comunicação Interpessoal, Nutrição e conhecimentos de S&H pelos APEs, Promotores de Saúde e Voluntários.
  • Redução do Fecalismo a Céu Aberto: O TN trabalha com líderes locais nos distritos alvo para apoiar os seus esforços para alcançar o estatuto de livre de defecação aberta (ODF) para cada comunidade, ou seja, os APEs e Voluntários apoiados pelo TN ajudam a identificar as famílias que necessitam de apoio para construir uma latrina e a ligá-las às estruturas da aldeia e aos grupos de saneamento que podem fornecer apoio prático para a construção de latrinas.
  • Reforço de CHCs/CMCs: O TN apoia os Comitês de Cogestão (CMCs) e os Comitês Comunitários de Saúde (CHCs) usando uma ferramenta prática e autodirigida que ajuda os comitês a monitorar melhor a situação de saúde local, melhorar a planificação de acções para garantir que as mudanças estejam acontecendo no terreno, e melhorar as ligações entre as pessoas que necessitam de serviços e as unidades sanitárias que oferecem serviços de apoio.

Propósito da Posição:

A ADPP procura um especialista na área de Monitoria & Avaliação para trabalhar com o Departamento de Nutrição e o Programa Nacional dos APE´s o qual desempenhará as seguintes.

Funções:

  • Assegurar a implementação e o funcionamento do sistema de monitoria e avaliação dos DLI’s 4 e 10 e de outros indicadores associados aos mesmos;
  • Desenvolver um sistema de garantia de qualidade e supervisão técnica dos dados (ex. colecta, limpeza, introdução, tratamento/processamento, análise e disseminação) a todos os níveis (distrital, provincial e central);
  • Assistência técnica contínua e capacitação na colecta de dados, análise e interpretação dos mesmos ao nível nacional, provincial e distrital, por forma a permitir que os dados do DLI 4 e do DLI10 sejam usados para gestão do Programa;
  • Elaboração de relatórios mensais ao Departamento de Nutrição e para o Programa dos APEs, incluindo indicadores de desempenho do sistema e dos Programas;
  • Preparar termos de referência para estudos e avaliações que venham a ser implementados no quadro da implementação dos DLI’s 4 e 10, e fazer o acompanhamento dos mesmos visando a sua qualidade;
  • Fazer o seguimento do nível de implementação das recomendações dos estudos e avaliações;
  • Desenvolver ou actualizar os instrumentos de monitoria e avaliação;
  • Propor melhorias nos mecanismos de M&A;
  • Assegurar a articulação do Departamento de Nutrição e do Programa de APEs com o Departamento de Monitoria e Avaliação da DNPC;
  •  Apoio na procura e implementação de soluções aos problemas na base de dados do Programa Nacional dos APEs, com enfoque nos factores que condicionam a qualidade da informação necessária para o indicador do DLI10;
  • Garantir o alinhamento das intervenções do “Transform Nutrition” às prioridades do Departamento de Nutrição;
  • Participar e representar o projecto “Transform Nutrition” em encontros técnicos com as diferentes equipas e parceiros a nível nacional, provincial e distrital, bem como interligar as acções do projecto ao caso Investimento (DLI4) e o Pacote de Intervenções de Nutrição (PIN);
  • O assessor deve fazer a interligação e seguimento das intervenções do projecto “Advancing Nutrition” na província de Nampula e Maputo;
  • Trimestralmente garantir a supervisão conjunta com o Departamento de Nutrição em relação a qualidade da prestação dos serviços á nível dos distritos que não estejam a cumprir os 85% dos padrões de qualidade.

Localização e prestação de contas:

O Assessor de Monitoria & Avaliação estará baseado na ADPP, podendo dedicar 1 dia útil por semana para acções de planificação, coordenação e prestação de contas com o Departamento de Nutrição.

O Assessor de Monitoria & Avaliação tem como seu gestor de linha o Director do Projecto “Transform Nutrition”, a quem presta contas e gestão do dia-a-dia.

Requisitos exigidos:

  • Especialista em Monitoria e Avaliação;
  • Ter Experiência de trabalho relevante na Monitoria & Avaliação com resultados comprovados
  • Ter conhecimento, saber interpretar e analisar os indicadores de nutrição
  • Excelentes habilidades no uso do computador, incluindo MS Office, Word, Excel, Outlook e PowerPoint;
  • Excelentes capacidades de escrita e apresentação de resultados usando o PowerPoint;
  • Experiências anteriores em trabalho com MISAU ou parceiros que implementam programas de Nutrição;
  • Capacidade de trabalhar sob pressão, numa equipa e ambiente multidisciplinar.

Como se candidatar:

Os interessados deverão enviar os “Curriculum Vitae” para o correio eletrónico: adpp.recrutamento@adpp-mozambique.org indicando o Assunto e a VAGA para a qual se candidatam.

DATA LIMITE DE CANDIDATURA: até ao dia 04 de Abril de 2020.

Notas:

  1. Estas vagas são locais, nível central, em Maputo, sem a possibilidade de realocação de outras províncias.
  2. Serão apenas contactados os potenciais candidatos seleccionados para as entrevistas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here